DELEGACIA DIGITAL
ANTECEDENTES CRIMINAIS
Emita aqui o seu Certificado
INTRANET PC
Acesso à intranet da Polícia Civil
BUSCAR DELEGACIAS
Saiba onde registrar sua ocorrência policial
Disque DENÚNCIA
Notícias
Dois adolescentes envolvidos no ataque à promotora


Uma operação conjunta das Polícias Civil e Militar para cumprimento de mandados concluiu, na noite desta terça-feira (20), as investigações e buscas aos responsáveis pelo sequestro relâmpago a uma juíza e a uma promotora, que também foi vítima de estupro, ocorrido na noite de quinta-feira (15), no bairro da Pituba. O casal Bruno Sousa dos Santos, de 21 anos, e sua companheira, Taís Barbosa da Silva, 19, foram presos na localidade da Boa Vista de São Caetano, e dois adolescentes de 15 e 16 anos foram apreendidos logo depois na mesma região.
Contando com o acompanhamento do Ministério Público (MPE), as investigações foram iniciadas logo após o registro da ocorrência, feita ainda na madrugada de sexta-feira (16), na 16ª Delegacia Territorial (DT/Pituba). Equipes de plantão da Coordenação de Operações Especiais (COE), da Polícia Civil, com o apoio do Departamento de Inteligência da Polícia (DIP), iniciaram as investigações e, a partir dos indícios deixados pelos criminosos e informações de moradores da área onde as vítimas foram abordadas, conseguiram identificar os autores do sequestro.
De acordo com a apuração, os adolescentes foram os responsáveis pela a abordagem à juíza e à promotora. Depois de anunciado o assalto, Bruno se juntou aos criminosos, que levaram o carro das vítimas, mantendo as duas mulheres como reféns. O bando, a partir daí, passou a circular pela cidade parando em alguns estabelecimentos comerciais para comprar relógios, roupas, sapatos, perfumes e bebidas, que foram, posteriormente, encontrados com Taís. A juíza foi liberada ainda durante a noite, mas a promotora permaneceu com o grupo.
“A banalidade que cerca alguns crimes graves cometidos por jovens nos impressiona. Neste caso, eles sequestraram e estupraram para comprar tênis, bebidas e drogas”, frisou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, ressaltando o trabalho conjunto entre as polícias, com a participação do Ministério Público (MP) e da Justiça, para elucidação rápida do crime.
O procurador-geral de Justiça da Bahia, Wellington César Lima e Silva, em nome do MP, agradeceu a SSP pela celeridade no caso, destacando que a instituição que ele representa repudia qualquer prática criminosa. Lembrou ainda que toda a atuação da polícia foi acompanhada, reforçando ainda mais a parceria já existente entre as instituições.
Leia outras notícias
27/08/2006 Apreendidos adolescentes com drogas e revólver 38
27/08/2006 Assaltante morto em Vitória da Conquista
27/08/2006 Polícia Civil ganha mais vinte novas viaturas
26/08/2006 Dupla de assaltantes é presa em São Francisco do Conde
26/08/2006 Solucionado homicídio ocorrido em Porto Seguro
  (+) ver mais